A minh'alma tem sede de vós (Salmo 62/63) #3

A minh'alma tem sede de vós
como a terra sedenta, ó meu Deus!


1. Sois vós, ó Senhor, o meu Deus!
Desde a aurora ansioso vos busco!
A minha alma tem sede de vós,
minha carne também vos deseja,
como terra sedenta e sem água!

2. Venho, assim, contemplar-vos no templo,
para ver vossa glória e poder.
Vosso amor vale mais do que a vida:
e por isso meus lábios vos louvam.

3. Quero, pois, vos louvar pela vida,
e elevar para vós minhas mãos!
A minh'alma será saciada,
como em grande banquete de festa;
cantará a alegria em meus lábios,
ao cantar para vós meu louvor!

4. Para mim fostes sempre um socorro;
de vossas asas à sombra eu exulto!
Minha alma se agarra em vós;
com poder vossa mão me sustenta.

Aleluia! Tu és Pedro e sobre esta pedra #2

Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia! (Bis)

Tu és Pedro e sobre esta pedra
edificarei minha Igreja;
e os poderes do reino das trevas
amais poderão contra ela!

Ó Senhor, vossa bondade é para sempre (Salmo 137/138) #2

Ó Senhor, vossa bondade é para sempre!
Completai em mim a obra começada!

1. Ó Senhor, de coração eu vos dou graças,
porque ouvistes as palavras dos meus lábios!
Perante os vossos anjos vou cantar-vos
e ante o vosso templo vou prostrar-me.

2. Eu agradeço vosso amor, vossa verdade,
porque fizestes muito mais que prometestes;
naquele dia em que gritei, vós me escutastes
e aumentastes o vigor da minha alma.

3. Altíssimo é o Senhor, mas olha os pobres,
e de longe reconhece os orgulhosos.
Completai em mim a obra começada,
ó Senhor, vossa bondade é para sempre!

Ó Senhor, vossa bondade é para sempre (Salmo 137/138) #1

Ó Senhor, vossa bondade é para sempre!
Completai em mim a obra começada!

1. Ó Senhor, de coração eu vos dou graças,
porque ouvistes as palavras dos meus lábios!
Perante os vossos anjos vou cantar-vos
e ante o vosso templo vou prostrar-me.

2. Eu agradeço vosso amor, vossa verdade,
porque fizestes muito mais que prometestes;
naquele dia em que gritei, vós me escutastes
e aumentastes o vigor da minha alma.

3. Altíssimo é o Senhor, mas olha os pobres,
e de longe reconhece os orgulhosos.
Ó Senhor, vossa bondade é para sempre!
Eu vos peço: não deixeis inacabada,
esta obra que fizeram vossas mãos!

Ó Deus, vem conduzir a nossa história

Letra e Música: José Acácio Santana

1. Ó Deus, vem conduzir a nossa história,
por Cristo, que é teu Filho Salvador,
que vive para sempre em tua glória,
contigo e com o Espírito do amor.

O teu poder será nossa vitória
e a tua mão virá nos conduzir.
Alegres, cantaremos tua glória
em cada novo dia que surgir.

2. Concede-nos a graça da saúde,
renova nossas forças e energias.
Tu és o Deus da nossa juventude
e a fonte das mais santas alegrias.

3. Tu és o grande sol que se levanta
e vem a nossa vida iluminar.
Porque Tu és bondade eterna e santa,
nos guardas sob a luz do teu olhar.

Eu agradeço ao Senhor

Letra e Música: José Acácio Santana

Eu agradeço ao Senhor
tudo o que fez por amor!
Tanta bondade merece
a minha prece e louvor!

1. Pela vida que é tão rica,
obrigado Senhor!
Pelo amor que santifica,
obrigado Senhor!

2. Pelas noites, pelos dias,
obrigado Senhor!
Pelas dores e alegrias,
obrigado Senhor!

3. Pela casa e agasalho,
obrigado Senhor!
Pelo pão do meu trabalho,
obrigado Senhor!

Eu te bendigo por me teres feito

Letra e Música: José Acácio Santana

1. Eu te bendigo por me teres feito
deste jeito tão maravilhoso assim
e te agradeço pela tua imagem
que com tanto amor tu colocaste em mim.

A minha vida é uma nova história,
que te rende glória e canta o teu louvor.
Sou resultado do teu grande afeto
e um gesto concreto do teu grande amor
Laiá, laiá, lala-iá laiá, lala-iá laiálala-iá laiá,
Laiá, laiá, lala-iá laiá, lala-iá laiálala-iá laiá!

2. Sou mais um fruto da tua bondade,
sou mais um projeto com destinos bons.
Estás presente em todos os meus passos,
vou te revelando em todos os meus dons.

3. A minha vida só terá sentido
se mostrar ao mundo que saiu de ti.
E a minha história vai dizendo sempre
que eu estou no mundo, mas não sou daqui