No princípio, teu Espírito

1. No princípio, teu Espírito
sobre as águas a pairar.
O chão seco eis a terra:
águas juntas, eis o mar!
O chão seco eis a terra:
águas juntas, eis o mar!
Pelas águas do dilúvio,
vem a nova criação.
Se levanta um arco-íris,
no esplendor da imensidão.
Se levanta um arco-íris,
no esplendor da imensidão.

Bendito, bendito,
bendito sejas Senhor!
Bendito, bendito
pela água e pelo amor. (Bis)

2. E do mar Vermelho as águas
o Senhor a dividiu;
o meu povo do Egito,
com sua mão Deus conduziu.
O meu povo do Egito,
com sua mão Deus conduziu.
E Moisés tocando a rocha,
faz da rocha água brotar.
Israel matando a sede,
ao Senhor põe-se a louvar.
Israel matando a sede,
ao Senhor põe-se a louvar.

3. Sai do templo um rio d'água,
vai correndo pro Oriente.
Toda a vida se renova,
onde alaga a torrente.
Toda a vida se renova,
onde alaga a torrente.
Jesus Cristo batizado
com as água do Jordão:
Eis meu Filho muito amado:
dele vem a Redenção!
Eis meu Filho muito amado:
dele vem a Redenção!

4. Do seu peito transpassado,
uma fonte a jorrar.
Vem, Senhor, com esta água,
nossas culpas apagar.
Vem, Senhor, com esta água,
nossas culpas apagar.
Vem, ó fonte de água viva,
a esta fonte bendizer.
Quando a chuva molha a terra,
o chão há de florescer.
Quando a chuva molha a terra,
o chão há de florescer.

5. Sobre a água do batismo,
te pedimos sem cessar.
Venha a força do Espírito
esta água fecundar.
Venha a força do Espírito
esta água fecundar.
E quem nela batizado,
sepultado com Jesus.
Vem com Ele para a vida,
ressuscite para a luz.
Vem com Ele para a vida,
ressuscite para a luz.