Vem, ó meu povo, partilhar da minha mesa

1. Vem, ó meu povo, partilhar da minha mesa.
com muito amor esse banquete eu preparei.
Este alimento será força na fraqueza,
Levanta e come deste pão que consagrei.

Nós te louvamos, ó Senhor por teu carinho
que se faz pão, se faz palavra e traz perdão.
A Eucaristia nos sustenta no caminho
nutre a esperança e fortalece na missão.


2. Eu te proponho um novo Reino de justiça,
que tem por lei a igualdade, a compaixão.
Não te dominem o egoísmo e a cobiça!
recorre à força da palavra e da oração.

3. No monte santo da oração, da Eucaristia
encontrarás alento e paz, conforto, enfim.
Mas na planície da missão, no dia-a-dia
irmãos sofridos já te esperam. Vai por mim!

4. A minha casa é lar que acolhe, é doce abrigo,
mas a morada que prefiro é o coração.
Me alegra o culto que me prestas, como amigo,
me alegra mais te ver cuidar do teu irmão.

5. Por tanto amar eu entreguei meu próprio Filho.
Pra te salvar Ele se deu, morreu na cruz.
Se o mal te fere e do teu rosto ofusca o brilho
combate as trevas! Faze o bem! Procura a luz!

6. Dará mais frutos toda a planta que é podada.
A vida humana é uma longa gestação.
À luz da fé, a dor é poda abençoada,
À luz da páscoa, a morte é luz, ressurreição.

Áudio