Agosto é o mês dedicado às vocações, clique aqui para ver sugestões de cantos com este tema.
Atenção: a sugestão vale apenes para os domingos do Tempo Comum. No dia da Assunção de Nossa Senhora deve-se utilizar os cantos próprios da solenidade!

Ó Senhor, quem te pede, recebe

Ó Senhor, quem te pede, recebe;
quem procura, há de um dia encontrar.

Bato à porta do teu coração,
vais abrir e eu, feliz, vou entrar.

1. O Senhor é minha luz,
Ele é minha salvação.
O que é que eu vou temer?
Deus é minha proteção.
Ele guarda a minha vida:
eu não vou ter medo, não!
Ele guarda a minha vida:
eu não vou ter medo, não!

2. Quando os maus vêm avançando,
procurando me acuar,
desejando ver meu fim,
só querendo me matar,
inimigos opressores
é que vão se liquidar;
inimigos opressores
é que vão se liquidar!

3. Se um exército se armar
contra mim, não temerei.
Meu coração está firme
e firme ficarei.
Se estourar uma batalha
mesmo assim, confiarei.
Se estourar uma batalha
mesmo assim, confiarei.

4. A Deus peço uma só coisa,
sei que ele vai me dar:
habitar na sua casa,
todo tempo que eu durar,
pra provar sua doçura
e no templo contemplar;
pra provar sua doçura
e no templo contemplar.

5. Ele vai me dar abrigo,
em sua casa vou morar.
Nestes tempos de aflição,
sei que vai me agasalhar,
me escondendo em sua tenda,
pra na rocha eu me firmar;
me escondendo em sua tenda,
pra na rocha eu me firmar.

Refrão do 17º Domingo do Tempo Comum (Ano C)
Ó Senhor, quem te pede, recebe;
quem procura, há de um dia encontrar.

Bato à porta do teu coração,
vais abrir e eu, feliz, vou entrar.

Refrão do 18º Domingo do Tempo Comum (Ano C)
Um tesouro que não se desgasta, 
que não perde, jamais, seu valor,
é preciso ajuntá-lo no céu, 
o amigo que avisa é o Senhor!

Refrão do 19º Domingo do Tempo Comum (Ano C)
Sempre prontos estejam vocês,
vigilantes, vigias atentos,
esperando o Senhor que retorna
e que chega a qualquer momento.

Refrão do 20º Domingo do Tempo Comum (Ano C)
Vim lançar sobre a terra um fogo,
um incêndio eu vim atear,
Meu prazer será vê-lo aceso,
ver o incêndio, meu gosto será!

Refrão do 21º Domingo do Tempo Comum (Ano C)
A justiça do Reino é assim:
lá, os últimos são os primeiros
e os que são os primeiros no mundo,
neste Reino serão derradeiros!

Áudio

Nenhum comentário:

Postar um comentário