Sê a rocha que me abriga

Sê a rocha que me abriga, 
casa forte que me salva;
para honra do teu nome 
és o guia que me ampara!

1. Ponho em Deus minha esperança,
que eu não seja envergonhado. 
Já que és justo, me defende; 
sei que vou ser libertado.
Vem ouvir a minha voz, 
eu estou angustiado!

2. Sê pra mim uma rocha firme,
sê pra mim seguro abrigo,
sê pra mim uma fortaleza.
Me orienta e eu vou contigo.
Eu te entrego o meu espírito 
desde agora, eu te bendigo.

3. Confiando em tua face,
vão vencer os intrigantes.
Recebidos em tua tenda,
proteção terão constante. 
Sê bendito meu Senhor,
sê bendito em todo instante.

4. Eu dizia na aflição:
"Deus não quer saber de mim".
Vejo agora que me ouviu,
quando eu reclamei assim.
Santos todos amem, 
louvem o Senhor até o fim!

Refrão do 6º Domingo do Tempo Comum
Sê a rocha que me abriga, 
casa forte que me salva;
para honra do teu nome 
és o guia que me ampara!

Refrão do 7º Domingo do Tempo Comum
Confiei em teu amor,
tu me salvas e eu me alegro,
ao Senhor eu cantarei
pelo bem que me tem feito!

Refrão do 8º Domingo do Tempo Comum
O Senhor é meu apoio,
da angústia me livrou; 
o Senhor é meu amigo
e por isso me salvou!

Refrão do 9º Domingo do Tempo Comum
Ó Senhor, olha pra mim,
piedade, estou aflito;
vê minha dor, meu sofrimento,
e perdoa meus delitos!

Áudio | Partitura